"É um péssimo cozinheiro aquele que não pode lamber os próprios dedos" William Shakespeare

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Paçoca Cremosa de Amendoim.


Festas Junina chegando e nada melhor do que caprichar no cardápio típico desta época, que mistura o frio do Outono, quase Inverno e o quente dessas comidas deliciosas.
Uma receita simples mas saborosa, uma forma diferente de comer paçoca. Um copinho só não basta, acredite.

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 xícara de amendoim torrado e moído
1 colher de sopa de manteiga sem sal
1 caixinha de creme de leite

Preparo:
Misture o leite condensado, o amendoim e a manteiga. Leve ao fogo alto mexendo sempre, quando ferver diminua o fogo e continuo mexendo, quando o fundo da panela começar a aparecer (ponto de brigadeiro), desligue o fogo e adicione o creme de leite. Misture bem e coloque em copinhos, decore com amendoim inteiro e se esbalde.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Vaca Atolada.


Para quem não conhece, uma breve história sobre este prato maravilhoso.
A Vaca atolada é um prato típico da comida caipira, tem como principais ingredientes costela bovina e mandioca, muito popular em Minas Gerais e outras regiões do Brasil.
Tropeiros valeparaibanos carregavam no embornal carne mergulhada na gordura, o que garantia alimento por um bom tempo, sem deteriorar. Ao longo das trilhas colhiam mandioca, assim podendo misturá-las e cozinhar junto com as carnes, uma comida forte e boa para dias mais frios da serra.
Ao se dirigirem às Minas Gerais, transpondo a Serra da Mantiqueira por terrenos íngremes, frios, irregulares, úmidos e principalmente nos períodos de chuva, o que tornava o solo alagadiço, o gado encalhava e não prosseguia, havia então o momento de remanejamento dos animais, o descanso da tropa e sua alimentação. Assim sendo, foi batizado esse alimento como Vaca Atolada.
No entanto, a receita de Vaca Atolada é tradicionalmente feita com costelas de boi, uma carne que não era aproveitada para compor a comida dos viajantes, e nem servia para fazer o charque ou carne seca. Mas provavelmente é que seja uma comida preparada após o abate do gado, cozinhando as costelas e sua gordura com pedaços de aipim e cebolas.
Então vamos a receita, que no frio faz o maior sucesso.

Ingredientes:
1 kilo de costela de boi
800 gr de mandioca cortada em rodelas de 3 dedos de espessura
1 litro de água fervendo
1 lata de cerveja
4 dentes de alho
1 cebola grande em tiras
4 colheres de sopa de azeite
sal e pimenta do reino a gosto
coentro e cebolinha a gosto (ou salsa)

Preparo:
Na panela de pressão, coloque o azeite e frite a cebola em tiras quase até queimar, junte a carne, e refogue bem. Quando a carne estiver bem dourada, junte o alho, o sal e a pimenta do reino. Coloque então a cerveja e a água fervendo, tampe a panela e cozinhe por mais ou menos uns 45 minutos.
Quando a carne estiver bem macia, junte a mandioca e o coentro, prove o sal e leve novamente para pegar pressão por mais 10 minutos. Destampe, junte a cebolinha e sirva com arroz branco e farofa.

PS: Quanto mais ferver a carne, mais grosso o molho ficará. No final, o mais gostoso é saborear o molho com pão.

domingo, 6 de maio de 2012

Sopa de abóbora com gengibre


A Virada Cultural em São Paulo é algo surpreendente. Olhando o guia oficial do evento me deparei com o Casarão do Belvedere, onde aconteceu uma homenagem a Vivaldi, com suas Quatro Estações. Lá também apreciei esta sopa deliciosa.  Nada melhor do que um caldo quentinho, uma noite fria e Vivaldi. Combinação perfeita!!!!!
Parabéns ao simpático Paulo Goya, ator francês, proprietário do local, e que se esmera em atender bem a todos, e ao Maestro Daniel Martins que comanda a Filarmônica Jovem Camargo Guarniere da Universidade Metodista. 
Fica a dica, tanto da sopa, quanto do Casarão Belvedere.


Ingredientes:

3 ½ xícaras (chá) de água
2 tabletes de caldo de legumes
3 xícaras (chá) de abóbora cozida e picada
1 cebola picada
1 colher (sobremesa) de gengibre ralado
caldo de legumes suficiente até cozinhar a abóbora

Preparo:


Reserve ½ xícara (chá) de água e coloque o restante em uma panela com os tabletes de caldo de legumes.Leve ao fogo para que os tabletes dissolvam. Enquanto isso, bata no liquidificador a abóbora, a água reservada, a cebola, o gengibre e bata até que fique homogêneo.Junte na panela, misture e cozinhe por mais 10 minutos.