"É um péssimo cozinheiro aquele que não pode lamber os próprios dedos" William Shakespeare

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

BOLO INDIANO


Esta receita me surpreendeu, demorei um pouco para fazê-la por pura falta de tempo. Foi dada por uma facebokiana Nina, que claro agradeci assim que provei tal maravilha. Vamos lá!

Ingredientes:
6 gemas
6 claras batidas em ponto de neve
1 1/2 xícaras de açúcar
1/2 xícara de margarina
1 colher (café) de canela em pó
1 1/2 xícaras de farinha de rosca
1 colher (chá) de fermento em pó


Para a cobertura e recheio:
2 gemas passadas pela peneira
1 lata de leite condensado
1/2 xícara de leite
2 colheres (sopa) rasas de margarina
1/2 colher (café) de canela em pó



Prepare o recheio misturando todos os ingredientes e levando ao fogo moderado, mexendo sem parar, até conseguir o ponto de brigadeiro mole. Deixe esfriar.

Preparo:
Para o bolo, bata na batedeira as gemas, o açúcar e a margarina, até formar um creme claro e fofo. Acrescente então a farinha de rosca, sem parar de bater, a canela e o fermento em pó. Depois que tudo estiver bem agregado, incorpore delicadamente as claras em neve. Despeje em assadeira untada e enfarinhada e leve ao forno médio até ficar bem assadinho (em média 35 minutos, dependendo do seu forno). Deixe o bolo esfriar completamente. Desenforme, corte a massa ao meio. Recheie, coloque por cima a outra metade, e cubra com o restante do creme. Polvilhe com canela em pó.






segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

AGRADECENDO!!!

Hoje o post é diferente, não irei ensinar nada e sim agradecer o retorno carinhoso que venho tendo dos meus clientes, em especial do meu delivery da feijoada gourmet.
Clientes me retornam após a entrega da feijoada e claro que isto causa uma preocupação no primeiro momento por achar que algo saiu errado, mas não, o feedback é para agradecer, elogiar, dizer que viraram clientes e também promotoras como foi o caso da Silmara, Margareth, Elaine e outras tantas não menos importantes. Ter este retorno me traz satisfação, alegria, uma qualidade que sei que levo à mesa do meu cliente e explico em um resumo rápido o motivo que me levou a fazer um delivery de um prato único (por enquanto) aos sábados e em uma região restrita. Mas, nesta postagem serei mais extensa, tentarei colocar em palavras meu amor e carinho pela culinária e a vontade de poder levar isso para outras pessoas.
Sou chef de cozinha como a maioria deve saber, comandei a cozinha de um bistrô no centro de São Paulo por 3 anos. Sou apaixonada por comida, experimento de tudo (isso todo cozinheiro que se preze deve fazer, gostando ou não..rs) e a culinária brasileira me fascina, e estar em São Paulo e ter o mundo aqui dentro é uma dádiva. Todas as cozinhas do mundo você encontra em São Paulo, e é claro que a feijoada é figurinha carimbada nos cardápios mais populares...ok, popular, mas não precisa ser de qualquer jeito né?! Foi ai, depois de tantas decepções e tristezas em receber o rapaz do delivery em minha porta ou ser servida por algum garçom, que decidi que EUZINHA aqui faria a melhor feijoada que já tinha comido na vida (e comi muitas já). Como sou neta de portugueses e louca por carne de porco, teria que honrar minha linhagem  e fazer "a feijoada"...Conversei com meu marido, e ainda trabalhando no bistrô,começamos a servir a FEIJOADA GOURMET aos sábados no modo de delivery. Claro que ficava corrido, trabalhar de segunda a sexta em um restaurante e ainda fazer uma bela feijoada aos sábados era quase uma maratona, mas deu certo...chegava do bistrô e já passava no Mercado Municipal da Penha para comprar os pertences, o que facilitou muito já que moro no bairro, mas o que me fez realmente virar cliente de tal lugar e não mais recorrer ao Mercado Municipal de São Paulo o que ai sim tornava minha vida uma maratona, foi a qualidade que encontrei no Laticínios Borges da minha amiga Fernanda. Já era cliente, mas não de pertences de feijoada, até que um dia em uma conversa que durou quase uma hora, ela me disse que tinha tudo para feijoada, me mostrou os produtos e me apaixonei pela qualidade, sem falar do atendimento do lugar que faz toda diferença. Bom, voltando a minha mini maratona...na quinta-feira começava o pré preparo da feijoada de sábado...carnes dessalgando na geladeira, bacon cortadinho, linguiça calabresa em rodelas, farofa com bacon e cebolas carameladas e que faço questão de fazer e o torresmo crocante que faz toda diferença no prato pois torresmo murcho e parecendo borracha não dá né?! 
Sábado cedinho, mas cedinho mesmo (5 da manhã), cozinhar carnes e feijão, temperá-los com ingredientes in natura sempreeeee...alho, cebola, louro, coentro, salsa e azeite..deixar apurando até as 11:00hs da manhã, arroz branco fresquinho, molho de pimenta delicioso, laranja supreme cortada em rodelas e a couve refogada na hora com alho e azeite servida com mais alho frito e tudo isso enviado para o cliente separadamente, potinhos e mais potinhos, isso tudo para o cliente ter satisfação ao receber a refeição em casa, abrir as sacolas e ser nítido que aquilo tudo ali, teve um carinho e uma atenção especial...esta que falo para meus amigos...faço e envio para vocês, como eu gostaria de receber uma feijoada em minha casa.
É isso então, acreditem que quando receberem algo que foi preparado por mim, este foi feito como se estivesse preparando algo para mim, para meus filhos, marido, para minha família, com todo carinho e respeito que todos merecem e proporcionar satisfação para quem vai degustar....aquela sensação gostosa que temos depois de comer algo muito bom e se jogar para trás na cadeira e dizer "ufa, fiquei triste"...rs. Se depender de mim, vocês continuarão muito "tristes"...rs.
Hoje minha "maratona" não é tão grande, pois decidi em sair do bistrô e me dedicar as aulas, delivery e família, me dando uma enorme certeza de realização...sentimento este que tento mandar junto com a comida, a cada entrega que faço para meus clientes.

Gente, virei capa de revista!!! rsrsrs

 Quem acompanha meu blog há algum tempo sabe que em 2012, ainda como chef do bistrô, vencemos o concurso de Melhor Prato Feito do Brasil, promovido pela empresa Ticket. Pois é, quem tiver curiosidade de saber mais detalhes sobre o concurso pode agora ler na íntegra a matéria da última edição (nº 22 - Out. Nov. 2012) da Revista Ticket e Negócios.
  Obrigado mais uma vez à Ticket e ao SENAC SP pela oportunidade de participar deste evento, no qual pude mostrar um pouco do que sei e conhecer colegas de profissão de vários lugares do Brasil, além de expoentes aqui de São Paulo, como a Ana Luíza Trajano (que, modéstia a parte, disse nunca ter comido na vida um quiabo como o meu..rsrs).


 Quem quiser saber mais clique no link abaixo:

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

ROCAMBOLE DE DOCE DE LEITE.

Quem resiste a um rocambole de massa fofinha e um delicioso doce de leite cremoso?
Esta receita é uma ótima pedida para qualquer momento, rápida, fácil e claro...deliciosa.

Ingredientes:
4 ovos (claras e gemas separadas)
4 colheres de sopa de açúcar
4 colheres de sopa de farinha de trigo
Preparo:
Bata as claras em neve em velocidade baixa, adicione o açúcar peneirado e as gemas, aumente a velocidade e bata por um minuto. Diminua a velocidade e adicione a farinha de trigo também peneirada, deixe misturar bem e desligue. Coloque em forma retangular (30x42cm) untada e enfarinhada e leve ao forno pré aquecido a 180 graus por uns 20 minutos ou até as bordas se soltarem. 
Umedeça um pano de prato com água, polvilhe açúcar por todo ele e desenforme o rocambole ainda quente sobre o pano úmido com o açúcar. Recheie com o doce de leite e enrole com cuidado, corte as pontes e coloque em um prato para rocambole e polvilhe açúcar sobre ele.



Recheio:
1 lata de leite condensado
5 gotas de essência de baunilha

Coloque a lata sem o rótulo em uma panela de pressão e cubra de água, feche a tampa e leve para cozinhar. Deixe por 40 minutos após pegar a pressão, desligue e deixe esfriar, misture a baunilha e espalhe sobre o rocambole.
SÓ ABRA A LATA DEPOIS QUE ESTIVER TOTALMENTE FRIA, MAIS OU MENOS DUAS HORAS DEPOIS DO COZIMENTO.




sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

CALDO DE MANDIOQUINHA COM CALABRESA.


Pois é  gente, o tempo virou em São Paulo e nada melhor que este creme/caldo de mandioquinha delicioso para aquecer o corpo e a alma. Já postei a receita, mas se não achar, aqui está o link...beijos e bom friozinho.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

BOLO DE CENOURA COM COBERTURA CROCANTE DE CHOCOLATE.

Já comi vários tipos de bolo de cenoura, uns com coco, outros com cravo em pó, todos gostosos. Mas não tem coisa melhor que o tradicional, aquela massa fofinha, com o chocolate crocantinho por cima...gosto de infância, de quero mais. Esta receita que posto agora é uma das minhas favoritas, fácil, rápida e deliciosa. Vamos lá?!

Ingredientes:
4 cenouras médias picadas
1 xícara de óleo (usei 1/2 de óleo de canola e 1/2 de manteiga de garrafa)
4 ovos inteiros
2 xícaras de chá de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal

Preparo:
Bata no liquidificador a cenoura, os ovos e o óleo. Em uma vasilha peneire o açúcar, a farinha de trigo, o fermento e o sal. Despeje a mistura do liquidificador na vasilha com os secos e misture bem.
Coloque em forma untada e enfarinhada e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por 40 minutos ou até espetar o palito e sair seco.


Cobertura:
7 colheres de sopa de açúcar
4 colheres de sopa bem cheia de chocolate em pó
2 colheres de sopa de margarina
4 colheres de sopa de leite


Preparo:
Misture tudo em uma panela e leve ao fogo, deixe ferver por 3 minutos. Despeje sobre o bolo ainda quente, espere esfriar e sirva.